Você está em: Manual Farmacêutico
Quero buscar por:
Digite a palavra:


OU

Selecione no índice alfabético:

Filtro por - Tipo: > Busca: V


Nenhum resultado encontrado
Ansiolítico, Hipnótico
DIAZEPAM

Valium 5mg comprimido​

Atenção! Contém lactose e óxido de ferro amarelo 

Posologia

Adultos 

​Dose usual: 5 a 20mg, VO, dia

Dose máxima: 40mg/dia

Crianças

Sedação oral 

​Dose usual: 0,2 a 0,2mg/kg/dose, VO, 45 a 60min antes do procedimento

Dose máxima: 10mg/dose

Espasmos musculares

< 6 meses e <12 anos

Dose usual: 0,12 a 0,18mg/kg/dia, em doses divididas de 6 a 8 horas

Dose máxima: 10mg/dose

>12 anos

Dose usual: 2 a 10mg, VO, de 2 a 4x/dia

Espasticidade - Paralisia Cerebral 

< 12 anos e < 8,5 kg

Dose usual:  0,5 a 1mg, VO,  na hora de dormir

​< 12 anos > 8,6 a 15 kg

Dose usual: 1 a 2mg, VO, na hora de dormir

Alerta

ANTÍDOTO: Flumazenil (Lanexat 0,5mg ap. 5mL)​

REAÇÕES ADVERSAS

>10%

  • Sistema nervoso central: sonolência.
1% a 10%
  • Cardiovasculares: Hipotensão,  vasodilatação;
  • Sistema nervoso central: Cefaléia, ataxia, tontura, euforia, anormalidade no pensamento, agitação, confusão,  labilidade emocional, nervosismo, dor, perturbação da fala;
  • Dermatológico: erupção cutânea;
  • Gastrintestinais: Diarreia, dor abdominal;
  • Neuromusculares e esqueléticas: Astenia;
  • Respiratório: asma, rinite;

ADVERTÊNCIAS/PRECAUÇÕES

  • O álcool e/ou depressores do SNC deve ser evitado, essa utilização concomitante pode levar a possível sedação grave, que pode resultar em coma ou morte, depressão cardiovascular e/ou respiratória;
  • Deve ser usado com muita cautela em pacientes com história de alcoolismo ou dependência de drogas;
  • Pode contribuir para a ocorrência de episódios de encefalopatia hepática em pacientes com insuficiência hepática grave;
  • Reações psiquiátricas como inquietude, agitação, irritabilidade, agressividade, ansiedade, delírios, raiva, pesadelos, alucinações, psicoses, comportamento inadequado e outros efeitos adversos comportamentais podem ocorrer com o uso de benzodiazepínicos;
  • Os benzodiazepínicos podem induzir a amnésia anterógrada, que pode ocorrer com o uso de doses terapêuticas, com aumento do risco em doses maiores;
  • Pacientes com problemas hereditários raros de intolerância à galactose (a deficiência Lapp de lactase ou má absorção de glicose-galactose) não devem tomar esta medicação
  • Recomendado doses menores para pacientes com insuficiência respiratória crônica por causa do risco de depressão respiratória;

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS 

  • Derivados de antimicóticos azólicos inibem as vias CYP3A4 e CYP2C19 e levam a um aumento da exposição a diazepam;
  • Os contraceptivos hormonais combinados reduzem a depuração e prolongar a meia-vida de eliminação do diazepam;
  • Diazepam aumenta os efeitos subjetivos de opioides da metadona;
  • As xantinas teofilina e cafeína antagonizam os efeitos sedativos e possivelmente ansiolíticos de diazepam parcialmente através do bloqueio dos receptores de adenosina;
  • O pré-tratamento com diazepam altera a farmacodinâmica e a farmacocinética da cetamina anestésica;

CONTRAINDICAÇÕES

  • Não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade aos benzodiazepínicos ou a qualquer excipiente do produto, glaucoma de ângulo agudo, insuficiência respiratória grave, insuficiência hepática grave, síndrome da apneia do sono ou miastenia gravis; 
  • Não é recomendados para tratamento primário de doença psicótica;
  • Não devem ser usados como monoterapia na depressão ou ansiedade associada com depressão, pela possibilidade de ocorrer suicídio nesses pacientes; 
  • Contraindicado para menores de 12 anos de idade.

MONITORIZAÇÃO 

  • Frequência cardíaca, frequência respiratória, pressão arterial e estado mental;
  • Enzimas hepáticas e hemograma completo;
  • Sinais clínicos de toxicidade do propilenoglicol (para uso intravenoso em altas doses e / ou longa duração), incluindo creatinina sérica, uréia, lactato sérico. 
Última atualização: 26/07/2019
© Todos os direitos reservados