Você está em: Manual Farmacêutico
Quero buscar por:
Digite a palavra:


OU

Selecione no índice alfabético:

Filtro por - Tipo: > Busca: V


Nenhum resultado encontrado
Antiarrítmico
VERAPAMIL

Vasoton 5mg injetável (ampola 2mL)​

Verapamil 5 mg injetável (ampola 2 mL) 

Posologia

Adultos

Fibrilação atrial e taquicardias supraventriculares paroxísticas

Dose inicial: 5 a 10 mg (0,075 a 0,15 mg/kg), EV,  por pelo menos 2 minutos*

Dose de repetição: 10 mg (0,15 mg/kg de peso), EV, por 30 minutos após a dose inicial e caso a resposta não tenha sido satisfatória.

*Pacientes idosos: a dose deve ser administrada por, pelo menos, 3 minutos

Crianças:

<1 ano:

Dose usual: 0,75 a 2mg (0,1 a 0,2mg/kg), EV,  por pelo menos 2 minutos*

Dose de repetição: 75 a 2mg (0,1 a 0,2mg/kg), EV, por 30 minutos após a dose inicial e caso a resposta não tenha sido satisfatória.

Dose máxima: 2mg/dose

1 a 15 anos:

Dose usual: 2 a 5mg (0,1 a 0,3mg/kg), EV,  por pelo menos 2 minutos*

Dose de repetição: 2 a 5mg (0,1 a 0,3mg/kg), EV,  por 30 minutos após a dose inicial e caso a resposta não tenha sido satisfatória.

Dose máxima: 5mg/dose (inicial) e 10mg/dose (repetição)

Alerta

REAÇÕES ADVERSAS

>10%

  • Sistema nervoso central: dor de cabeça;
  • Gastrintestinais: hiperplasia gengival, obstipação. 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

  • Álcool (etílico): pode aumentar a concentração sérica de álcool;
  • Bloqueadores Alfa-1: pode aumentar o efeito hipotensivo dos bloqueadores do canal de cálcio;
  • Anfetaminas: pode diminuir o efeito anti-hipertensivo dos agentes anti-hipertensivos;
  • Agentes antifúngicos: pode aumentar o efeito adverso ou toxicidade dos bloqueadores do canal de cálcio;
  • Agentes antipsicóticos: pode aumentar o efeito hipotensivo dos agentes antipsicóticos;
  • Aspirina: aumenta o efeito antiagregante plaquetário;
  • Barbitúricos: pode aumentar o efeito hipotensivo dos anti-hipertensivos;
  • Betabloqueadores: pode aumentar o efeito hipotensivo dos betabloqueadores. Casos de bradicardia e sinais de insuficiência cardíaca foram reportados;
  • Agentes causadores de bradicardia: pode aumentar o efeito dos agentes causadores de bradicardia;
  • Bloqueadores do canal de cálcio: pode aumentar o efeito hipotensivo dos bloqueadores do canal de cálcio;
  • Carbamazepina: pode aumentar a concentração sérica da carbamazepina;
  • Glicosídeos cardíacos: pode aumentar a concentração sérica e o efeito bloqueador-AV dos glicosídeos cardíacos;
  • Ciclosporina: pode diminuir o metabolismo da ciclosporina e dos bloqueadores do canal de cálcio;
  • Deflazacort: inibidores da CYP34A pode aumentar a concentração sérica dos metabólitos ativos do deflazacort;
  • Fluconazol: pode aumentar concentração sérica dos bloqueadores de canail de cálcio;
  • Levodopa: pode aumentar o efeito hipotensivo do lovodopa;
  • Lítio: pode aumentar o efeito neurotóxico do lítio;
  • Metformina: pode diminuir a terapêutica da metformina;
  • Agentes bloqueadores neuro-musculares: pode aumentar o efeito dos bloqueadores neuro-musculares;
  • Opioides: pode aumentar o efeito de bradicardia dos bloqueadores de canal de cálcio
  • Sildenafil: pode aumentar a concentração sérica do sildenafil;
  • Sinvastatina: pode aumentar a concentração sérica do sildenafil. Evitar o uso em conjunto, mas quando usado alterar a dose para 10mg/dia;
  • Tacrolimus (sistêmico e tópico): pode diminuir o metabolismo do tacrolimus;
  • Tansulosina: pode aumentar a concentração sérica da tansulosina. 

CONTRAINDICAÇÕES

  • Choque cardiogênico;
  • Hipersensibilidade ao verapamil;
  • Hipotensão;
  • Disfunção ventricular esquerda;
  • Bloqueio atrioventricular de segundo ou terceiro grau;
  • Síndrome do nódulo sinusal.

PRECAUÇÕES/ADVERTÊNCIAS

  • Usar com cautela em pacientes que sofreram infarto agudo do miocardio;
  • Prolonga o tempo de condução atrioventricular. Usar com cautela no desenvolvimento de bloqueio AV de segundo ou terceiro grau;
  • Potencialização mútua dos efeitos cardiovasculares, usar com cautela os antiarrítmicos e betabloqueadores;
  • Se administrar digoxina, reduzir dose;
  • Pacientes com insuficiência cardíaca com fração de ejeção maior que 35% devem ser compensados antes de iniciar o tratamento;
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com doenças nas quais a transmissão neuromuscular é afetada;
  • Idosos apresentam uma resposta acentuada ao verapamil;
  • Cautela se usado em pacientes pediátricos;
  • Cautela em pacientes com insuficiência hepática.

MONITORIZAÇÃO

  • Eletrocardiograma
  • Hipertensão
  • Função renal e hepática​
Última atualização: 07/01/2019
© Todos os direitos reservados